Ponto Zero Entrevista: Daniel Lameira da Editora Aleph

Fundada em 1984, a Editora Aleph nasceu da busca pelo equilíbrio entre as demandas de mercado e a própria criação de demandas por meio de novas ideias, publicando livros em áreas do conhecimento pouco exploradas pelo mercado editorial brasileiro.

Hoje, a Aleph é umas das poucas editoras brasileiras publicadoras de literatura de Ficção Científica, seja clássica ou contemporânea, e tornou-se referência nacional no gênero, orgulhando-se de ter em seu catálogo autores como Isaac Asimov, William Gibson e Philip K. Dick.

Para falar um pouco mais sobre a atuação da editora, batemos um papo com Daniel Lameira, um dos editoras da Aleph e responsável pelo excelente trabalho da mesma no segmento de Sci-FI.

entrevista daniel lameira

1 – Olá Daniel. Primeiramente, o que você fazia antes de entrar na Aleph?

Daniel Lameira – Trabalho há 10 anos no mercado de livros, comecei como estagiário na Livraria da Vila, depois como comprador na FNAC; trabalhei na LeYa na área de marketing e editorial e também na Novo Século como editor.

2 – Você pode nos dizer de onde surgiu o nome Aleph?

Daniel Lameira – Aleph é a primeira letra do alfabeto hebraico e um conto do Borges. Ambas foram as inspirações da Betty e do Pier ao fundarem a editora 30 anos atrás.

3 – Dentre o vasto catálogo da Aleph, qual livro é o seu favorito? E qual é o mais vendido?

O meu favorito é A Mão Esquerda da Escuridão, da Ursula K. Le Guin que está longe de ser o mais vendido, que é o Herdeiro do Império, primeiro livro que lançamos do UE de STAR WARS, e Laranja Mecânica, de Anthony Burgess.

entrevista daniel lameira

4 – A Aleph publica grandes clássicos da Ficção Científica mundial, como Asimov, Dick e muitos outros. Mas também temos vários livros do universo expandido de Star Wars publicado por vocês. Você acha que trazer os livros de Star Wars fez uma grande diferença para a Aleph?

Daniel Lameira – Acredito que sim, principalmente nos dando uma força de negociação e destaque com livrarias, imprensa e trazendo novos leitores para também conhecer outros títulos que publicamos.

5 – Vocês lançam livros de Ficção Científica e agora estão começando na Fantasia. Por que vocês escolheram incluir esse gênero?

Daniel Lameira – Sempre gostamos de fantasia, mas o que acontecia na verdade era um interesse geral de todo o mercado pelo gênero, deixando praticamente impossível para uma editora de pequeno porte como a Aleph concorrer em leilões ou em espaço de divulgações desses livros.

Agora conseguimos estabelecer um patamar, principalmente de curadoria, contato com o leitor e cuidado editorial e, como STAR WARS, Jurassic Park, Laranja Mecânica e outros livros uma venda expressiva para conseguirmos convencer os agentes que, mesmo sem tanto dinheiro, somos uma boa opção para ser a editora de alguns livros.

Mas vamos começar também de forma bem cuidadosa, mantendo, como na ficção científica, uma curadoria cuidadosa de títulos.

6 – Em sua opinião, como está o mercado editorial brasileiro para a Ficção Científica e para a Fantasia?

Daniel Lameira – Para Fantasia há anos tem sido um mercado extremamente interessante, desde Harry Potter a Guerra dos Tronos e os livros relacionados a jogos todas as editoras apostaram boas fichas no gênero. A FC começou nos últimos dois anos a ganhar espaço e novos leitores, fazendo com que consigamos até a partir desse ano passar a lançar autores contemporâneos do gênero.

entrevista daniel lameira
Os editores da Aleph: Adriano Fromer Piazzi e Daniel Lameira

7 – Como é feita a escolha de autores para integrar o catálogo da Aleph?

Daniel Lameira – Não tem muita lógica. Alguns autores que lemos e gostamos, outros que são pedidos, outros que nos são sugeridos. Mas, no fim, acabamos lançando só os livros e autores em que realmente acreditamos e que temos vontade de trabalhar.

8 – Como vocês acreditam que o projeto gráfico de um livro interfere na leitura de um livro?

Daniel Lameira – Não acho que o projeto gráfico influa em tornar o conteúdo de um livro melhor ou pior, mas interfere na relação do leitor com aquele produto com certeza.

9 – Qual autor você tem mais orgulho de ter no catálogo da Aleph?

Daniel Lameira – Philip K. Dick, para mim um dos maiores autores do último século em qualquer gênero literário.

10 – A Aleph tem uma excelente interação com o público na internet. Você acha que isso faz uma diferença grande nos resultados e pode atrair mais publico?

Daniel Lameira – Cara, trabalhando aqui eu até esqueci como é não ter essa interação. Nossa equipe de comunicação, Lucy Fracchetta, Lucas Alves, são incríveis. Acho que pode sim influir em resultados, hoje os maiores vendedores de livros são as pessoas comuns que indicam para os amigos e não, como ainda acreditam outras editoras, anúncios em grandes jornais e revistas. Mas não é pensando nisso que o fazemos, é simplesmente tratar todas as pessoas como gostaríamos de ser tratados.

11 – Todos sabemos que os fãs pedem muito para a editora publicar certos autores Qual autor os fãs mais pediram?

Daniel Lameira – Cara são tantos pedidos. Acho que o Brandon Sanderson foi realmente um dos mais pedidos que de fato contratamos. Mas outra coisa muito pedida e que já está de volta nas prateleiras é o relançamento dos livros de STAR TREK.

 

entrevista daniel lameira
Fromer e Lameira no programa Abdução no canal da editora no Youtube

12 – Qual conselho você daria para os novos escritores nacionais, que sonham em ter seus livros publicados?

Daniel Lameira – Cara, são tantas variáveis. O que sinto muita falta são escritores que pensem no leitor final. Estudem técnicas de roteiro para manipular o leitor de forma divertida e profunda. Hoje, para ser publicado, o melhor caminho é começar a divulgar seu trabalho de forma autônoma, auto-publicação, ebooks, e depois apresentar o livro, já com feedbacks e resultados, para as editoras.

13 – O que você gosta ler?

Daniel Lameira – Não tenho necessariamente um gênero específico preferido; ultimamente tenho lido muitos livros ligados a cultura pop, mas gosto muito de livros de não-ficção e de história.

14 – Daniel, quero agradecer a você e a Aleph por tudo, tanto pela entrevista quanto pelos excelentes livros publicados. Você gostaria de deixar algum recado para os leitores do blog?

Daniel Lameira – Acompanhem e conversem com a gente. Não fazemos nenhuma decisão que não seja pensando no leitor final, estamos no facebook.com/editoraaleph e começamos um canal no youtube.com/editoraaleph.

O ponto Zero agradece sua atenção, tempo e respostas, Daniel. Vida longa e próspera à Editora Aleph.

Veja algumas de nossas resenhas de livros da Editora Aleph:

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

Um leitor assíduo da fantasia e do terror, vem descobrindo aos poucos as maravilhas da Ficção Científica e dos Romances Históricos. Crítico e perfeccionista, procura falhas até nos livros mais perfeitos. Nas horas vagas escuta Heavy Metal e lê ainda mais.

46 views
Scroll Up