Article

SALVAT | OS MAIS PODEROSOS HERÓIS DA MARVEL

E o seu bolso como vai?

A Editora Salvat lançou recentemente em algumas cidades brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Piauí, Goiás e Rio Grande do Norte) sua nova Coleção de Graphic Novels intitulada Os Heróis Mais Poderosos da Marvel. A mesma segue os moldes de sua primeira Coleção Oficial de Graphic Novels da Marvel que teve início em agosto de 2013.

Com uma estrutura similar a primeira coleção de capa preta, a nova coleção terá 60 volumes onde cada edição trará em sua lombada quadrada uma parte de uma imagem maior que juntos formarão uma ilustração do artista Adi Granov, que desta vez parece que sairá numa sequencia crescente das partes que coincidirá com a da imagem agrupada final, diferentemente da primeira coleção onde a ordem de lançamento não correspondia a da ordenação final, uma questão simples, mas que poderia gerar algum trabalho na hora de agrupar a imagem.

001

Além deste bônus que certamente agrada os colecionadores mais aficionados, pois certamente farão toda a coleção para ter a arte completa em suas estantes, à mesma traz várias extras que complementam as edições e com toda certeza fazem a alegria de todo fã, já que faz tempo que editoras como Panini e similares, salvo a HQM Editora que tem feito um trabalho memorável em suas edições, geralmente só fazem encadernar o material e não colocam um extra como uma entrevista com autores, uma matéria exclusiva com curiosidades sobre o material encadernado, ou ao menos um editorial apresentando aos leitores a obra que esta chegando a suas mãos.

Falo isso, pois Sandman quando saiu no Brasil pela Editora Globo, trazia extras fantásticos que enriqueciam e complementavam a obra e acabavam fazendo com que o material nacional atingisse uma qualidade superior as edições americanas, e não foram raras as vezes que o próprio Gaiman elogiou as versões brasileiras de Sandman pelo cuidado que os editores tinham com a mesma.

Mas parece que isto é coisa do passado ou os editores esqueceram o que agrada os fãs e refina uma obra, fazendo apenas o seu trabalho burocrático e oferecendo em sua maioria encadernações frias e impessoais visando apenas o aspecto mais superficial de uma produção editorial que é a simples venda…

Se o mercado parece aguentar mais uma coleção ainda é uma incógnita, mas dá para presumir que pela distribuição setorizada o investimento continua especulativo, já que apostam nas áreas do país que aparentemente dão maior retorno.

Com a primeira coleção ainda saindo e com a infinidade de matérias em banca cada vez mais direcionados para encadernações, já que se destinam também a livrarias e comics shops, o mercado segue sua política de vendas sem realmente buscar o entendimento de quem consome quadrinhos no Brasil e quanto podem pagar, falo isso porque cada vez mais vejo materiais caros nas prateleiras e penso, qual é o garoto ou garota que tem grana para comprar este tipo de edição?

Galeria fasciculo-page1

Cadê a preocupação em formar novos leitores oferecendo edições mais baratas e acessíveis? Não sou contra edições de luxo ou encadernações, mas penso cada vez mais como novas gerações de leitores vão ter acesso a isto. Niguém começa a ler quadrinhos por edições que custam os olhos da cara, geralmente ou você ganha sua primeira revista de alguém, que com toda certeza vai comprar a mais barata, ou decide comprar alguma com o troco da mesada, bem ao menos era assim antigamente…

O que vejo nisso tudo é que aumenta o espaço para os scans que na verdade nem sei se formam leitores ou apenas aliviam o bolso de leitores que não tem grana para acompanhar algumas edições que saem em banca, livrarias e comic shops, o que fica é que o cenário atual parece visar apenas colecionadores e não formar novos…

Nos tempos onde era febre importar material dos EUA, tive acesso a vários tipos de materiais e vários formatos de acabamento, onde se tinham o mesmo produto encadernado em versões capa cartonada ou dura e com diferentes tipos de papel em seu miolo, o que interferia diretamente no preço, e com toda certeza no acesso ao material por parte do público, onde cada leitor podia avaliar até onde poderia gastar, aqui nunca entendi o critério usado para encadernar um material, sagas irrelevantes ganham capa dura e papel luxuoso e matérias sensacionais como Planetary, saindo em edições medianas e o mais paradoxal algumas vezes com diferença de valores de capa mínimos…

Com isso em mente chegamos a outro assunto que reflito bastante de uns tempos pra cá, à importância do fortalecimento de mais eventos de quadrinhos pelo Brasil todo, e a importância das editoras irem realmente ao encontro do publico através destes eventos, pois teremos uma linha direta com os editores e poderemos discutir o que é afinal o mercado consumidor e produtor de quadrinhos brasileiro, mas esta reflexão fica para uma próxima resenha…

006

Apresentando histórias dos maiores escritores do ramo dos quadrinhos, incluindo Stan Lee, Chris Claremont, Brian K. Vaughan, Brian Michael Bendis, Frank Miller, Peter David, Ed Brubaker e muitos mais!

A Marvel lançou alguns dos maiores talentos da nona arte. Vivencie os melhores trabalhos de lendários mestres Marvel como John Romita Jr., Jack Kirby, Bryan Hitch, George Pérez, John Buscema, Andy Kubert, Gene Colan e Steve Ditko!

A coleção tem mínimo de 60 livros, a cada 2 semanas uma nova edição. A primeira edição custa R$9,90, a segunda edição R$19,90 e as restantes R$32,90.

O conteúdo das edições, o preço praticado em bancas de jornais e a periodicidade da coleção poderão sofrer alterações por imperativos técnicos alheios à Editora.

  1. Vingadores – Eles são o primeiro supertime do mundo. Descubra tudo sobre o surgimento do grupo junto com uma de suas mais incríveis histórias cheias de ação – Ultron Ilimitado!
  2. Homem Aranha – A história da maravilha das teias revelada! Inclui a sua primeira aparição, a primeira batalha contra o Sexteto Sinistro e uma história épica que lança a maravilha das teias em uma viagem letal através do seu passado e do seu futuro.
  3. Wolverine – Ele é o melhor que existe no que faz… e o que ele faz não é muito legal. Descubra o porquê neste volume essencial, no qual Wolverine participa de um jogo letal de gato e rato com a mutante terrorista Mística.
  4. HulkImagem – Em suas mãos está Cães de Guerra, o conto épico que apresenta uma abordagem totalmente revolucionária de um dos mais trágicos ícones da Marvel, e que transformou o Incrível Hulk para sempre.

Link Salvat: AQUI

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Bacharel em Psicologia, porém optou por sua grande paixão trabalhando como ilustrador e quadrinhista. É sócio do Pencil Blue Studio e Ponto Zero, podendo assim viver e falar do que gosta: quadrinhos, cinema, séries de TV e literatura.

89 views
Scroll Up