Mulheres Perigosas – Organização de George R.R. Martin e Gardner Dozois

Meu primeiro livro recebido pela parceria do PZ com a Editora Leya, Mulheres Perigosas é ENORME, então decidi abordar contos que se destacaram mais, com objetivo de não alongar a resenha.

Trazendo alguns contos ótimos e outros que deixam a desejar, hoje falarei dessa antologia, digamos, interessante. Vamos lá.

Mulheres Perigosas

Fora da Lei – Joe Abercrombie

Shy há muito vive nas ruas com um bando de homens, sempre praticando pequenos delitos, usufruindo da companhia de um colega em particular, mas é quando se torna procurada, com direto a recompensas por sua cabeça, que a traição vem e a jovem se vê forçada a fugir para se manter viva.

Meio Rei
Joe Abercrombie

Com agentes da justiça e seu próprio grupo de amigos em seu encalço, ela se vê obrigada a atravessar o deserte e buscar abrigo numa cidade abandonada.

Será lá que o ajuste de contas virá, e Shy deverá mostrar a força que tem para continuar viva.

Joe Abercrombie já mostrou sua escrita em suas séries lançadas no Brasil pela Editora Arqueiro, sendo que um dos livros já tive o prazer de resenhar para o PZ, Meio Rei (Veja AQUI).

Sua escrita não poderia ser diferente ao trazer Shy, uma personagem forte, feminina, mas que nunca se sente impotente, mas sim apta a enfrentar os piores desafios, como a traição de seu bando.

Fica um pouco complicado localizar um período para a obra, mas se sabe que só pode ser na era medieval pelas armas usadas, mas o clima que permeia é o velho oeste. Uma mistura singular, que dá até certo pela irrelevância do fato.

Abre a antologia trazendo grandes expectativas.

Ou Meu Coração Está Partido – Megan Abbott

Tom Ferguson e sua esposa, Lorie, vivem o drama de ter sua filha, Shelby, roubada em um momento de descuido da mãe. Apresentando evidências contraditórias, o caso parece tomar rumos inesperados, com bastante suspense tomando conta do conto.

Aqui vemos um conto completamente fora da fantasia que esperamos de Martin, indo completamente para o lado dramático e não tão fictício, já que casos assim são realidade.

Senti como se a antologia estivesse se desviando de apresentar uma mulher forte, pois Lorie é uma grande decepção em termos de pessoa e de mãe jovem, além do fato da falta de fantasia já citado. Conto mediano, com boa escrita e boa evolução, mas com história razoável.

A Canção de Nora – Cecelia Holland

Neste conto conhecemos Nora, filha da família real Inglesa. Ela está bem longe da linha de sucessão do reinado da família, então sonha em simplesmente ser uma cavaleira. Já seu irmão mais velho, Henry, está de casamento arranjado com Alais, da França, numa união arranjada para aumentar o poder de ambos os reinos.

O rei, Henry (seu filho é chamado de Menino Henry) e sua mãe, Eleanor, tem um casamento extremamente conturbado, com o pai sendo sempre duro e firme, enquanto que Eleanor trata seus filhos com carinho e dedicação. É esse drama que acompanhamos nesse conto.

A partir desse momento, abandonei as esperanças de encontrar uma antologia de pura fantasia. Esse conto nada mais é que romance histórico, sem absolutamente NADA de fantasia em suas páginas.

O conto é tedioso, sem graça, com um final chato e completamente desmotivador. Pode ser interessante aos fãs do gênero romântico, mas ao meu gosto só trouxe desapontamentos.

As Mãos que não estão lá – Melinda M. Snodgrass

Melinda M. Snodgrass

Tracy Belmanor procura uma história para lhe trazer novas perspectivas sobre a vida como militar na Liga Solar, um exército responsável pela segurança do universo.

Num bar, encontra Rohan, frequentador assíduo de bares de mau gosto, que topa narrar sua historia. Rohan era um militar do alto escalão da liga, frequentador de bares de strip de gostos exóticos, mais precisamente alienígenas.

Lá se apaixona por uma dançarina, meio humana e meio Cara, uma antiga raça poderosa, que, há muitos anos, foi condenada a morrer, e qualquer cria dessa união era vista como um crime mortal. As razões de tamanho ódio são bem profundas, então não abordarei aqui na resenha.

Conforme sua história avança, Rohan descreve o amor intenso que viveu ao lado da dançarina que não deveria existir, e que logo lhe traz uma consequência terrível, algo muito pior que a morte.

Bom, aqui já temos um Sci-Fi, numa antologia de Fantasia. É uma considerável melhora depois de Canção de Nora, e devo dizer que o final desse conto me deixou extremamente perplexo. Realmente vale a leitura, pois é genial.

Sombras nas florestas do inferno – Brandon Sanderson

Não é dado nome ao local. Tudo que sabemos é que estamos acompanhando uma trama na orla da Floresta. Lá dentro, sombras, antigos seres humanos tornados verdadeiros fantasmas, vagam pela floresta sem nenhum rumo. Tem o poder de tirar as vidas das pessoas com um simples toque, mas a prata reverte ferimentos e também as afasta.

São atraídas pelo fogo, mas principalmente pelo sangue. Aquele que derramar sangue na floresta, ou mesmo em uma casa protegida, será rapidamente consumido por uma horda de sombras.

No início do conto, conhecemos a principal estalagem dos viajantes que se atrevem a entrar na Floresta, mantida por Silêncio Montane. Silêncio passa completamente despercebida por todos, que tem em comum a adoração ao grande Raposa Branca, mitológico homem que captura criminosos perigosos em troca de grandes recompensas.

Ninguém sabe quem ele é, mas ele realmente existe, e traz mais medo aos criminosos do que as próprias sombras. O que ninguém sabe, é que uma mulher, mais precisamente Silêncio Montane, é a Raposa Branca. Ela possui um acordo com o cobrador de impostos, Theopolis, que sonha com riquezas cada vez maiores e tenta a todo custo retirar a estalagem das mãos de Silêncio.

Brandon Sanderson

Nesse conto específico, um grupo de mercadores adentra a estalagem de Silêncio, com a missão de apenas se recomporem para viajarem a noite pela Floresta. Silêncio desconfia, e logo tem certeza de que aqueles mercadores são a gangue de Chesterton Divide, o mais perigoso criminoso que já passou por ali.

Há muito tempo, Silêncio resgatou a única sobrevivente de uma chacina promovida por Divide, que matou toda uma família, sobrando apenas uma menina escondida entre os escombros. Silêncio a adota e jura vingança contra Divide, e vê ali sua chance. Preparada, ela e sua filha irão, mais uma vez, a caça noturna, correndo o risco de serem pegas tanto por bandidos quanto por sombras.

Esse conto é disparado o destaque da antologia. Sim, há um conto do universo de Game of Thrones nesse conto, mas Sanderson ofusca qualquer conto presente nessa obra. Esse conto se transforma numa obra magnífica, singular e perfeita. Mostra muito bem a bravura de uma mãe solteira, treinada por sua mãe também solteira, num local de extrema periculosidade e terror.

A tensão é palpável em cada página, pois a escrita de Sanderson é tão real, tão vívida, que nos transporta para o lado de Silêncio e sua filha na caçada noturna pela floresta, fugindo das sombras e de qualquer ameaça que possa aparecer. Esse conto faz valer a leitura quase tediosa desse tomo enorme de mais de 700 páginas, salvando-o brilhantemente.

Mulheres Perigosas | Conclusão

Deixei de falar de vários contos para não alongar demais a resenha, devido meu gosto de esmiuçar cada obra, mas dois foram deixados de fora de propósito. Tratam-se dos contos de George R.R. Martin e de Jim Butcher.

O do Martin conta mais detalhes sobre o universo de Game of Thrones, e eu não acompanho a série, então pra mim se tornou um conto irrelevante.

Já o do Jim Butcher entrega de cara um spoiler ENORME sobre a série recém-contratada da Leya, Dresden Files.

Estou extremamente ansioso por essa série, e logo de cara tomar esse spoiler é destruir a magia da obra. Ainda quero ler, claro, mas quem também tomou o spoiler sabe o que esperar.

No mais, a antologia é mediana em seus contos. É daqueles livros para serem lidos lentamente, conto por conto, em intervalos de séries ou em dias chatos.

Seu tamanho incrivelmente desconfortável torna a leitura, bem, bem desconfortável.

A qualidade física da obra é excelente, mais uma vez uma capa linda, de Leandro Dittz (sem Simmonetti aqui), boa impressão e bom acabamento.

Devidamente recomendado para quem quer tirar a prova ou procura esse tipo de livro que descrevi acima.

Mulheres Perigosas | Sinopse

George R. R. Martin apresenta as mulheres mais perigosas dos livros de fantasia. No ano em que o filme Rogue One chega às telas com uma heroína que reina absoluta, forte e autônoma, você vai conhecer as mulheres mais perigosas da literatura de fantasia mundial. Editada por George R. R. Martin, esta antologia traz 21 histórias inéditas sobre magia, ciúme, ambição, traição e rebeldia para Joana D’Arc nenhuma botar defeito. Esqueça o estereótipo de mulheres vítimas e heróis másculos enfrentando sozinhos qualquer perigo.

Aqui você irá encontrar mulheres guerreiras, intrépidas pilotas, destemidas astronautas, perversas assassinas, heroínas formidáveis, sedutoras incorrigíveis e muito mais.

Assinado por monstros da ficção científica e fantástica como Brandon Sanderson, (Mistborn), Megan Lindholm (A Saga do Assassino, sob o pseudônimo Robin Hobb), Melinda M. Snodgrass, Caroline Spector (Wild Cards) e novos nomes da literatura jovem como Megan Abbott (A febre) e Diana Gabaldon (Outlander), o volume conta ainda com uma novela do próprio Martin sobre A dança dos dragões, a guerra civil que assolou Westeros dois séculos antes dos acontecimentos de A guerra dos tronos.

Mulheres perigosas é um livro simplesmente imperdível, daqueles que você não consegue parar de ler. Prepare-se para todo o tipo de perigo e para perder o fôlego com essas mulheres mais que poderosas.

Sobre o autor: George R.R. Martin trabalhou dez anos em Hollywood como escritor e produtor de diversas séries e filmes de grande sucesso. Autor de diversos best-sellers nos EUA e na Europa, foi em meados dos anos 1990 que Martin deu início a sua mais importante obra: As crônicas de gelo e fogo, a saga de fantasia mais vendida dos últimos anos, vencedora de diversos prêmios, que ganhou a premiada adaptação Game of Thrones pela HBO e também chegou aos quadrinhos.

George RR Martin
George R.R. Martin

Mulheres Perigosas | Dados Técnicos

  • ISBN: 9788544104804
  • Ano: 2017
  • Páginas: 736
  • Idioma: português
  • Editora: Leya

Mulheres Perigosas | Links:

Compre na AMAZON AQUI

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

Um leitor assíduo da fantasia e do terror, vem descobrindo aos poucos as maravilhas da Ficção Científica e dos Romances Históricos. Crítico e perfeccionista, procura falhas até nos livros mais perfeitos. Nas horas vagas escuta Heavy Metal e lê ainda mais.

173 views
Scroll Up