Article

321: FAST COMICS VOL 1 & 2 | ANTOLOGIA MATADORA ESPERANDO VOCÊ LEITOR

 É comum vermos em um bate papo sobre produção de Quadrinhos Nacionais os velhos bordões, que: “Não há qualidade no que é produzido aqui; copiam tudo de fora; o mercado não existe; não dá para sobreviver de HQs no Brasil; não existem boas histórias.”

[dropcap size=small]A[/dropcap]lgumas destas afirmações são verdadeiras, ainda, principalmente as que se referem a viver dignamente de produção de HQs no país e a falta de um real mercado consolidado, porém estão cada vez mais sendo refutadas por projetos como 321: Fast Comics vol 1 & 2, um material que deve ser conhecido e divulgado pelos leitores ávidos por produções de qualidade e extremamente profissionais que não devem em nada as produções de fora.

Imagem 001

Um Universo em 3 páginas

321: Fast Comics parte de uma sacada inteligente e sagaz, pois já delimita e exige toda a perspicácia dos autores ao ter que “brincar” com os seguintes parâmetros:

“3 Páginas / 2 Personagens e  1 Final surpreendente”

A obra conta com a inusitada proposta de uma ambientação que convida o leitor a adentar em um bar, onde os títulos e créditos de cada história são apresentados acompanhados por receitas de drinks para todos os gostos fazendo uma analogia com a diversidade das histórias.

Este peculiar cenário serve como um portal para o um universo disposto em forma de antologia, 321: Fast Comics proporciona infinitas possibilidades aos criadores de transitar por inúmeros estilos de desenho e gêneros literários.

O leitor esta numa selva, num piscar de olhos é jogado num sinistro mundo steampunk, partindo logo em seguida para um mundo futurista, e assim por diante. Acompanhando tudo isso de forma eficiente, temos os mais variados traços de excelentes e competentes profissionais, alguns já reconhecidos pelo público outros ganhando notoriedade e o melhor de tudo, uma antologia que funciona como um fantástico laboratório e porque não uma incubadora de projetos, já que muitas propostas podem ser desenvolvidas em séries devido à qualidade atingida por algumas histórias.

E isso já aconteceu com Os Poucos e Amaldiçoados, projeto de minissérie em seis edições que estava em campanha recentemente no Catarse para lançar o seu segundo número, que já atingiu e ultrapassou a meta de arrecadação estipulada. 

Imagem 002
Os Poucos e Amaldiçoados

O primeiro número da série foi mais um sucesso da linha editorial de Cagno, que visava como meta inicial era R$7.500,00 e conseguiu R$ 27.038,00, esta verba excedente permitiu atingir outras metas estipuladas pelo projeto que foram traduzidas em novas recompensas para os apoiadores. Algo que também aconteceu com projetos como 321: Fast Comics que teve arrecadação além do que fora exposto como meta mínima.

Isto tudo comprova a força e credibilidade que os projetos da Timberwolf Entertainmen, selo que agrega as criações do autor e seus parceiros gozam junto ao publico apoiador, transformando o Catarse numa poderosa ferramenta de produção autoral de qualidade em todos os sentidos.

Outra curiosidade é que o 321: Fast Comics vol 01 ganhou uma versão em inglês para o mercado norte-americano que foi financiado pela plataforma Kickstarter, o projeto foi realizado em parceria com a plataforma Deviantart, local conhecido de muitos artistas e usado como galeria portfólio por artistas profissionais e aspirantes.

Venha para esta incrível jornada 

321: Fast Comics vol 01 possui vinte e uma histórias, algumas, poucas, são meros exercícios narrativos sem grandes arroubos estilísticos ou propostas revigorantes, mas que cumprem a missão de levar divertimento e escapismo ao leitor com maestria.

vol 1 001

Algumas histórias me desagradaram pela falta de um real conteúdo que impacte quem consome a obra, mostrando que às vezes não é tão fácil cumprir a premissa lançada pela antologia e que belos desenhos não suprem uma boa história, contudo existem aquelas que conseguem ser o ponto fora da curva, comprovando que é possível inovar e contar boas histórias partindo dos mais variados argumentos e até mesmo de clichês.

A jornada proposta por 321: Fast Comics é muito gratificante, por ter esta estrutura de antologia o resultado final fica bastante equilibrado e satisfatório, você tem oportunidade de ler os mais variados tipos de propostas e mesmo as menos significativas acabam ajudando na sensação final de ter um excelente material em mãos, ficando o gostinho de quero mais destes universos, e isso vai ser encontrado no volume dois desta fantástica antologia.

Meus drinks preferidos são:

  • Mayday (Suco de Acbacapim);
  • Uma Aposta Entre Nós (Latte Macchiatto);
  • Pax (Radler);
  • Jogando o Jogo (Bahama Mama);
  • Serendipity (Alexander);
  • Paradoxo do Tigre Branco (Jun Daiti Fresh);
  • Flatmate (Bloody Marry);
  • Drinque para Eldorado (Manhattan);
  • Lost KIds: Buscando Memórias (Sidecar);
  • O que nos Torna Humanos (Vésper Martini);
  • Benção e Maldição (Jager Bomb).

SERVIÇO

321: Fast Comics Vol. 1

Artistas neste volume incluem:

Marcelo Maiolo, Ig Guara, Cris Peter, Carlos Ruas, Vitor Cafaggi, Cris Bolson, Rodney Buchemi, Ivan Nunes, Geraldo Borges, Ander Zarate, Fabiano Neves, e muitos outros.

  • PÁGINAS: 112
  • FORMATO: Capa cartonada e lombada quadrada
  • TAMANHO: 26cm x 17cm
  • PREÇO: R$30,00
  • SÉRIE NUMERADA: 2.000 exemplares

A evolução de um conceito

vol 2 001

321: Fast Comics chega ao seu segundo volume, se no primeiro o ambiente era um bar agora a antologia nos convidando a embarcar num diner(vagão-restaurante / restaurante pequeno e descontraído) com belas receitas ao estilo “gordices” para todos os gostos, ampliando o número de histórias para 30 e com a colaboração ilustre de um dos mais conceituados artista brasileiro que atua no mercado norte-americano de comics, ninguém menos que o fantástico Ivan Reis.

O segundo volume segue a trajetória de sucesso de seu antecessor, belas artes por um time variado de artistas e roteiros no mínimo convidativos, tudo bem amarrado pelo excelente conceito 321.

O mix é bem coordenado e consegue ampliar o êxito do primeiro volume, não só em números como também reúne mais histórias contundentes, desta vez não desgostei de nenhuma. Porem sempre existem as que ficam fora da curva atingindo maior predileção, aquelas que cruzam a linha de propostas simples e que realmente empolgam e pedem uma continuação.

Meu cardápio de “gordíces” indispensáveis é:

  • Afogados (Batata Grega);
  • Sannakji (Pastel de Bacalhau do Mercadão);
  • Danos Morais (Truffle Burger);
  • A Morte Vem para Todos (Bacon Jam);
  • Temporada de Fé Perfeita (Dog Shack);
  • Santuário (Lanche a la Cagno);
  • Ab Imo Pectore (Misto-Quente do Cervantes);
  • Peças de Reposição (Especialidade do Paps);
  • (C2H4)n (The Lot BLT);
  • Desaparecida (Tostex da Casa);
  • Mil Galhos de Yggdrasil (Pastrami Bay Cities);
  • Um Segredo entre Nós (Caprese);
  • Sombras (Shake de Oreo);
  • Tesouros de um Futuro Passado (Waffle Belga & Xarope de Maple).

SERVIÇO

321: Fast Comics Vol. 2

Artistas neste volume incluem:

Ivan Reis, Joe Prado, Fábio Coala, RB Silva, Rod Reis, Will Sideralman, Rogério Coelho, Thobias Daneluz, BRAO, Pedro Mauro, Felipe Massafera, Alex Sinclair, Israel Silva, Juan Fernandez, Andrew Dalhouse, Tony Washington, entre outros.

PÁGINAS: 160

FORMATO: Capa cartonada com verniz UV, lombada quadrada & Sobre-Capa em gloss brilhante com arte de Matteo De Longis

  • TAMANHO: 26cm x 17cm
  • PREÇO: R$40,00
  • SÉRIE NUMERADA: 2.000 exemplares

Uma jornada que vale o investimento

321: Fast Comics vol 1 & 2 valem o investimento e são garantia certa de diversão, boas histórias e escapismo de primeira qualidade e o melhor feito aqui no Brasil, com bastante profissionalismo sendo uma ótima alternativa para quem quer dar uma arejada e sair um pouco do binário Marvel e DC Comics.

É bom ficar de olho no material da Timberwolf Entertainmen, com toda certeza um dos melhores selos de produção autoral em atividades no Brasil!

Se você gostou desta resenha, curta compartilhe e gere valor para uma pessoa que você acha que possa gostar do mesmo, com isso você estará participando do processo de fortalecimento do mercado nacional de quadrinhos.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Bacharel em Psicologia, porém optou por sua grande paixão trabalhando como ilustrador e quadrinhista. É sócio do Pencil Blue Studio e Ponto Zero, podendo assim viver e falar do que gosta: quadrinhos, cinema, séries de TV e literatura.

47 views
Scroll Up