Coleção Histórica Marvel | Quarteto Fantástico

Divisor de águas, o mais recente filme do Quarteto Fantástico já é praticamente uma unanimidade: é uma das piores adaptações do gênero de super-heróis das safras atuais. Praticamente a totalidade da crítica e do público concordam nessa sentença.

Oportunamente, como já fez em outras ocasiões, a Editora Panini se prontificou a lançar mais uma Coleção Histórica Marvel para atender os anseios dos que querem conhecer o verdadeiro Quarteto Fantástico e dos que querem matar as saudades da família fundamental da casa das ideias.

Repetindo a estratégia de surfar na onda cinematográfica dos super-heróis, tal qual fez com Vingadores, Homem-Aranha e X-men, é hora do QF entrar na dança e ganhar um destaque como há muito o grupo não tinha nas bancas nacionais. Alguns volumes encadernados de capa cartonada de arcos mais recentes antecederam a chegada do filme, no entanto é a chegada dessa nova coleção histórica que traz alguns dos momentos clássicos e emblemáticos do grupo.

Wizmania Quadrinhos Entretenimento

A nova coleção, como de costume, traz em seus volumes históricas, de origens, encontros com outros personagens emblemáticos da Marvel como Surfista Prateado, Inumanos e Homem-Aranha, por exemplo, grandes confrontos com vilões como Galactus, Dr. Destino e o Quarteto Terrível.

Também não podem faltar os nomes de peso responsáveis por tantos momentos clássicos da casa das ideias como  Stan Lee, Jack Kirby, John Buscema entre outros.

Não sou afeito ao uso dos termos banalizados do tipo “indispensável”, “fundamental”, “imperdível”, “obrigatório” e afins quando algo é relançado, mas em se tratando da iniciativa de por em circulação um material antigo do QF, com uma estética bem diferente do que a garotada de hoje está acostumada, sobretudo dianto do fracasso do novo filme, dessa vez o uso de tais adjetivos acaba sendo mais que oportuno.

O Quarteto Fantástico foi criado pela dupla Stan Lee e Jack Kirby, sua estreia foi em Fantastic Four #1 (Novembro, 1961).

Fonte: Blog Wizmania

RELEASE PELA PANINI

Depois de levar às bancas material clássico de super-heróis como os Vingadores, os X-Men e o Homem-Aranha, é hora de a Coleção Histórica Marvel resgatar algumas histórias memoráveis de um outro supergrupo da Casa das Ideias, muito provavelmente o mais tradicional e fundamental de todos: o Quarteto Fantástico!

E essa nova jornada começa em breve, com o lançamento da primeira edição (que também é acompanhada pela caixa) que reúne as histórias originais Fantastic Four 5-6, 57-60 e Fantastic Four Annual 3 – com esta última celebrando o casamento de Reed e Sue Richards! Quem entende bem do assunto, já entendeu que no volume um o vilão da vez é o Doutor Destino e que aparições especiais do Surfista Prateado e dos Inumanos são mais do que certas.

Para o volume dois foram programados alguns dos encontros da Família Fundamental com o ameaçador Galactus nas histórias Fantastic Four 120-123 e Fantastic Four Annual 5, nas quais desfilam talentos como os de Stan Lee, Jack Kirby e John Buscema.

Os vilões convidados do volume três são o Mago, Ardiloso, Homem-Areia e Medusa, participando de uma aliança nefasta conhecida como Quarteto Terrível! As artimanhas desta versão maldosa da equipe fantástica  podem ser vistas nas históriasFantastic Four 36, 38, 94, 129-130, 133, 218 e Spectacular Spider-Man 42. Lembrando que o Homem-Aranha dá as caras numa das várias aparições que fez ao longo da trajetória do Quarteto Fantástico, o que nos leva diretamente ao…

…volume quatro, que fecha a coleção com aventuras extraídas deAmazing Spider-Man 19, 21 e Marvel Team-Up 1-2, 39-40 e100, onde o Cabeça de Teia se torna um ilustre personagem ao lado de Johnny Storm, o Tocha Humana! Ah, e antes que a gente se esqueça, cada edição da CHM: Quarteto Fantástico tem 164 páginas, capa cartão, miolo off-set e custa R$ 22,90! Boa viagem cósmica pra todos!

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Designer de produtos e gráfico, desenhista nas horas vagas e aos trancos e barrancos um estudioso de Semiótica. Nutre estranhas fixações por processos narrativos experimentais e acredita que o mundo caminha para ser cada vez mais parecido com um Game

93 views
Scroll Up