Esquadrão Atari | Novo acordo entre Dynamite e Atari trará grupo de volta

Depois de um hiato de décadas em um limbo de direitos autorais e, consequentemente, fora das prateleiras e da vista dos leitores, o Esquadrão Atari (Atari Force no original) finalmente ganhou uma nova oportunidade de voltar aos palcos depois que a Dynamite Entertainment fechou um novo acordo com a empresa Atari, detentora da marca que dá nome ao grupo.

atari-force-2

Talvez os leitores mais novos sequer tenham ouvido ou visto os tempos áureos do Esquadrão Atari, um grupo criado para surfar a onda do lançamento do videogame de mesmo nome na virada da década de 1970 para 1980.

O console da empresa Atari era um marco na indústria de jogos eletrônicos domésticos e o intuito da empresa era justamente expandir sua base de atuação, fechando assim com a DC Comics uma parceria para criar histórias em quadrinhos baseada em games do console.

AtariAtariLogoA primeira versão da Atari Force (1982 – 1983)  era distribuída como brinde junto com alguns cartuchos de jogos do aparelho da Atari, a equipe responsável era composta por Gerry ConwayRoy Thomas e Ross Andru, essa versão ficou conhecida como Volume 1 e teve um total de cinco edições.

Já a segunda e mais popular versão a utilizar o título de Atari Force foi publicada em formato americano no período de janeiro de 1984 a agosto de 1985 e ficou conhecida como Volume 2, tendo um total de 20 edições cronológicas mais uma especial.

No comando do segundo volume tínhamos Gerry Conway no texto e o mestre José Luis García-López nos desenhos e capas em várias edições e outros tantos nomes de peso na arte.

O acordo atual entre a Dynamite e a Atari tem uma série de novidades e produtos além da Atari Force que já foi confirmada para reimpressão ainda sem data definida para ser lançada.

Entre as novidades também está confirmado um livro de retrospectiva da história da Atari em capa dura, contendo concept arts dos jogos e personagens, entrevistas, fotografias, informações de “por trás das cenas” da produção dos jogos e da própria empresa cobrindo mais de 40 anos de história da Atari.

O acordo firmado entre as empresas também versa sobre novas abordagens de produtos existentes, o que pode ocasionar uma nova abordagem da Atari Force além do já citado “reprint” do material outrora embargado entre a Atari e a DC Comics, publicadora da primeira impressão/edição.

ATARI FORCE

Lançada para aproveitar o embalo crescente da indústria dos jogos eletrônicos, o Esquadrão Atari acabou se tornando algo melhor que a encomenda já que também ia a reboque de toda a empolgação gerada pela franquia Star Wars de George Lucas em seu auge.

A HQ trazia conceitos como grandes tiroteios espaciais, batalhas de naves de visual inspiradíssimo nos conceitos da saga de Lucas, viagens interplanetárias, mercenários, criaturas alienígenas de todo tipo e claro, um leque de personagens carismáticos e bem interessantes.

AtariForce_v2_13

Tudo auxiliado pelos visuais detalhadíssimos criados por García-López e seu estilo limpo e de anatomia cuidadosa, cheio de expressões faciais e uma narrativa visual ótima (ok, tem muito de minha admiração de moleque nisso tudo, admito).

Não à toa o estilo de trajes e detalhes criados por José Luis García-López acabou por influenciar muitos outros trabalhos de desenhistas no futuro, basta notar, por exemplo, as ombreiras, cintos e bolsos espalhados pelos trajes coloridos dos integrantes do Atari Force e comparar com o que tantos outros desenhistas criaram no final da década de 1980 para começo de 1990, sobretudo na Image Comics com seus bolsos, ombreiras e detalhes para todos os lados… com a diferença que López foi precursor e seu material tinha todo um sentido estético dentro de sua obra.

Com a confirmação firme e forte dada já no anúncio do acordo, fica a grande dúvida toda vez que nos deparamos com algo do tipo: qual das editoras em atuação hoje no território nacional vai se habilitar a encarar o desafio de trazer de volta aos leitores o prazer de rever ou de conhecer esse material tão divertido, interessante e belamente ilustrado para as prateleiras brasileiras novamente? Ou mais uma vez o leitor interessando em ler outras coisas além do manjado circuito Marvel-DC vão ficar a ver navios? Ou vamos mais uma vez recorrer ao material importado, cuja demanda no país tem crescido cada vez mais em decorrência dos “apagões” de publicações fora do nicho do gênero “super-herói”?

  • Babe
  • Blackjak
  • Dart
  • Martin Champion
  • Morphia
  • Taz
  • Tempest (Christopher Champion)
  • Tukla Oly
  • Dark Destroyer

A fundação da Atari inc. e o lançamento do Atari 2600

Nolan Bushnell e seu amigo Ted Dabney fundaram a Atari Inc. em 1972, empresa que futuramente dominaria boa parte do mercado de jogos eletrônicos nas décadas de 1970 e passando um pouco dos meados de 1980 (Gularte, 2010. p. 43).

Considerado como destaque da segunda geração de consoles domésticos, o Atari 2600 é a segunda e mais pesada investida de Nolan Busnell com sua empresa no mercado de jogos eletrônicos.

Lançado no ano de 1977 para o mercado doméstico, o Atari 2600 disputou mercado com outros aparelhos como o Channel F e o Odyssey 2, ambos os consoles tinham a proposta de possibilitar a inserção de infinitos jogos no aparelho.

Com um processador gráfico mais potente, o console da Atari desbancou seus concorrentes e, além da proposta de jogos avulsos vendidos na forma de cartuchos que traziam o conceito de coleção de jogos associada ao aparelho, o Atari 2600 introduziu na indústria o controle estilo joystick digital que serviu de padrão para os jogos das gerações futuras (Gularte, 2010. p. 66).

800px-Atari-2600-Wood-4Sw-Set

Em cinco anos o Atari 2600 rendeu aproximadamente 5 bilhões de dólares com a venda de mais de 20 milhões de aparelhos estabelecendo em definitivo o mercado doméstico em posse da Atari e se tornando um dos aparelhos de jogos eletrônicos mais conhecidos no mundo todo (Xavier, 2010. p 85).

A segunda geração de consoles é basicamente conhecida pela hegemonia do console e de seu vasto acervo de jogos, incluindo-se na lista os clássicos Pac-Man, River Raid, Enduro, Seaquest e Pitfall, por exemplo.

Veja o comunicado oficial para imprensa em inglês abaixo e no site da Dynamite (AQUI)

ATARI® AND DYNAMITE INK PUBLISHING DEAL
AGREEMENT INCLUDES RETROSPECTIVE HARDCOVER
AND COMICS/GRAPHIC NOVELS

July 6, 2015, Mt. Laurel, NJ: Dynamite is very proud to announce a collaborative publishing agreement with Atari®, one of the world’s most recognized publishers and producers of interactive entertainment. The deal includes rights for a comprehensive retrospective hardcover book, collecting game production and concept artwork, photos, behind-the-scenes info, marketing art, other details on the company and its games, and interviews with key people involved in Atari’s rich history. The deal also includes the right to create original comics and graphic novels in all sizes, as well as reprint existing comic material.

“We are excited to be teaming up with Dynamite Entertainment to bring a modern twist to a classic series of comics and table top books that are rich with historic art,” said Fred Chesnais, Chief Executive Officer, Atari, Inc. “Atari’s roots in the comic book world and iconic art is a collector and video game enthusiast’s dream. Our partnership is a fun way to expose our brand to a new generation and resonate with our long-time fans.”

Atari was originally founded in 1972 and was a pioneer in arcade games and home video game consoles. The company’s products, such as Pong® and the Atari 2600 helped define the electronic entertainment industry from the 1970s to the mid-1980s, and beyond.

“Atari is a touchstone for so many people,” says Dynamite Director of Business Development Rich Young. “Their games and game system exposed a lot of folks to video games for the first time…and frankly, got them hooked! I have fond memories of playing games on the 2600 with friends growing up, and am quite happy that we have a chance to work with Atari on this publishing program.”

In addition to the hardcover retrospective art book, Dynamite has plans to create new comics based on a select list of Atari properties that help reimagine games with new story and art from some of today’s best creators. The list includes Asteroids®, Centipede®, Crystal Castles®, Missile Command®, Tempest®, Yar’s Revenge®, and more. Dynamite also plans to reprint existing comics material, such as the Atari Force comics that were originally published from 1982-1986 and featured well known and impressive talent such as Gerry Conway, Roy Thomas, Ross Andru, Gil Kane, Dick Giordano, Mike DeCarlo, Jose Luis Garcia-Lopez, Eduardo Barreto, and Mike Baron.

Dynamite Entertainment’s Atari art book, comic books, and graphic novels will be available to consumers through the comic book specialty market, and the graphic novel collection will be available at major bookstore chains, online booksellers, and independent bookstores courtesy of Diamond Book Distributors. Atari comics will also be available for purchase through digital platforms courtesy of Comixology, Dynamite Digital, iVerse, and Dark Horse Digital. Fans and retailers are encouraged to follow Dynamite Entertainment and Atari’s official social media channel for the latest updates regarding creative teams and release dates.

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Designer de produtos e gráfico, desenhista nas horas vagas e aos trancos e barrancos um estudioso de Semiótica. Nutre estranhas fixações por processos narrativos experimentais e acredita que o mundo caminha para ser cada vez mais parecido com um Game

175 views
Scroll Up