John Constantine: The Hellblazer é anunciada para junho de 2015

Calma, não há nada de errado na informação do título deste texto, é isso mesmo, o mago inglês volta a ter seu subtítulo – HELLBLAZER –  estampado em suas HQs, a equipe responsável pelo novo material é formada por Ming Doyle e James Tynion IV nos textos e roteiro e Riley Rossmo na arte. Na nova verão de Hellbalzer, John Constantine vai se deparar com seu mais obscuro caso como mago e detetive do sobrenatural: sua própria história.

[dropcap size=small]E[/dropcap]m conversa com o site americano Comic Book Resources, a dupla de autores afirmou que a nova série, mesmo ainda se situando no atual universo DC é muito mais que uma renovação do material, é algo mais no sentido de uma restauração de quem é John Constantine e de qual sua função no mundo. A nova Hellblazer pretende trazer Constantine de volta ao centro de suas próprias aventuras.

“Eu sinto que há uma oportunidade com esse personagem para tirá-lo de um certo tipo de aspereza que eu acho que se tornou parte dele ao longo dos anos 90 e dos anos 2000 e que foi realmente uma ótima maneira de contar uma história de Constantine, mas há um monte de grandes histórias de Constantine com aquele Constantine. Tomando-o de volta para um lugar central, e a ideia original dele”. (Tynion)

Para a dupla de autores, o título Hellblazer é extremamente significativo, é o ponto de partida pata levar o mago inglês de volta ao ponto de partida

“[Hellblazer] É extremamente significativo. O título realmente permite que os leitores saibam que a nossa intenção é levar Constantine de volta ao que era no início – jovem, sexy, perigoso, um cara mau que parece com Sting. [Risos] Não, o Sting é terciário”. (Doyle)

Segundo a dupla, a nova abordagem não vai ser algo no sentido de uma renovação ou atualização do personagem, é algo mais próximo de uma restauração, o que provavelmente vai de encontro com que muitos dos antigos fãs do título da Vertigo queriam há muito tempo desde que Hellblazer #300 foi publicada em 2013 e encerrou a participação do Constantine no selo para leitores adultos da DC Comics.

Talvez a grande mudança nessa “restauração” proposta fique por conta de um possível novo visual, mais especificamente no famoso casaco de Constantine, algo que de imediato associamos à sua imagem junto com seu cigarro. De qualquer modo os autores afirmaram que sim, ele vai usar seu sobretudo, não de partida, mas em algum momento sim.

“Você pode ter um estilo, mas você não veste um uniforme quando se é alguém como John. Você não é o Superman, você não põe uma armadura todo dia”. (Doyle)

Quando questionados sobre algum possível inflência do seriado televisivo sobre a nova série, a dupla de escritores foi categórica em dizer que não, que o material televisivo é um bom ponto de entrada para os novos fãs, mas que a nova Hellblazer tem mais da visão da dupla a partir de suas próprias perspectivas da trajetória do mago inglês. Inclusive, quando questionados sobre Chas e Zed, a dupla foi categórica: não, não os veremos, veremos personagens novos.

O que os autores pretendem é trazer um novo Hellblazer em que o leitor não precise ter lido nada antes, mas que ele saiba os motivos pelos quais ainda hoje se fala tanto em um personagem que apareceu rapidamente eu uma edição de Monstro do Pântano décadas atrás. Mas ao mesmo tempo Doyle afirma esperar que se você leu cada HQ já publicada com John Constantine, que encare essa como mais uma das estranhas aventuras que já ocorreram com o mago inglês, e não uma nova revista ou abordagem do mesmo.

John Constantine: The Hellblazer chega às bancas americanas dia 10 de junho e custará U$ 2,99.

CONSTANTINE: THE Hellblazer # 1

  • Escrito por MING Doyle e JAMES TYNION IV
  • Arte e capa por Riley Rossmo
  • Capa Variante: MING DOYLE
  • À venda 10 de junho • 32 pg
  • Valor:US $ 2,99
[divider]Hellblazer[/divider]

John Constantine foi criado pelo aclamado roteirista inglês Alan Moore em Swamp Thing issues 37 em Junho de 1985 no período conhecido popularmente como “invasão inglesa nas comics americanas”. Já no ano de 1988, Constantine ganhou sua própria publicação com o título de Hellblazer, lançada pela DC Comics e a partir de 1993 pelo selo Vertigo, a divisão da DC criada exclusivamente para atender a demanda de obras mais complexas, violentas e voltadas para o público adulto.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Designer de produtos e gráfico, desenhista nas horas vagas e aos trancos e barrancos um estudioso de Semiótica. Nutre estranhas fixações por processos narrativos experimentais e acredita que o mundo caminha para ser cada vez mais parecido com um Game

77 views
Scroll Up