Expectativas | Interestelar de Christopher Nolan

A Ficção Científica (Scince Fiction – Sci-fi), gênero literário conhecido de longa data, tem sido extenso repositório de histórias fantásticas desde os primeiros anos do século XX, mais especificamente.

Dos primeiros autores associados ao gênero até os mais recentes, os temas comuns abordados nas obras tidas como Sci-Fi passam por diversos aspectos do ser humano como suas dúvidas sobre a origem do universo, da vida, as implicações tecnológicas, a ética na evolução científica e política, viagens no fluxo do espaço-tempo, os mistérios do macro e do microcosmos, a conquista de outros planetas e de galáxias inteiras…

A lista de temas e subtemas é extensa demais, no entanto é quase ponto comum em todas as grandes obras do gênero o dilema do homem consigo mesmo e de si para com tudo ao seu redor… da perspectiva dos grandes autores, sim, temos nosso lugar no “centro” do universo em nossa eterna busca por desvendar o mar de estrelas. O assunto principal da Sci-fi é o homem…

inter

Também é extensa a lista de autores do gênero nas mais diversas mídias, apesar de ser bem mais comum se falar e pensar na Sci-fi de origem literária, sobretudo em seu início com autores precursores do nascimento de um gênero propriamente dito, que se baseia em premissas científicas ou extrapolações das mesmas.

Cinematograficamente o cenário não se difere muito do aspecto literário e não são poucos os grandes nomes da indústria que se apoiaram na Sci-fi para alavancar suas carreiras, indo dos grandes astros aos grandes diretores… quase todos tem uma ou outra obra no gênero que de algum modo enriquecem seus currículos.

interstellar_posterPois é, Christopher Nolan também quer um Sci-fi para chamar de seu e se orgulhar disso, e a criança já tem nome: Interestelar (Interstellar no original).

De antemão, desde as primeiras imagens do longo a sensação de grandiosidade do filme fica evidente ao espectador e também de cara percebemos alguns dos temas mais caros a boa e velha Sci-fi: extinção, planeta em colapso, recursos esgotados, uma fuga em busca de salvar a espécie mesmo que o indivíduo no processo deva ser sacrificado pelo bem maior.

Cheio de um tom intimista, Interestelar ruma no sentido contrário do que se tem feito em temos de Sci-fi nos últimos anos: atole de efeitos especiais, explosões, um ou dois mega-astros, ação frenética, robôs ou aliens bacanudos e pronto… junte tudo isso (ou não) e as pessoas chamam de Sci-fi

Nada de questões éticas, implicações sobre ações, reflexão filosófica ou algo do tipo. Tem sido pobre o cenário para o gênero nos últimos anos e parece que a proposta de Nolan é justamente trazer para a telona algo como, guardadas as devidas proporções, um 2001: Uma odisséia no espaço.

Sem comparações e claro, Nolan já admitiu abertamente estar inteira e satisfatoriamente em paz pelo fato de se inspirar em 2001, não é segredo para ninguém a influência do filme de Stanley Kubrick em Interestelar. E convenhamos, ainda mantendo-se as devidas e claras proporções, Nolan tem uma boa bagagem para nos entregar algo no mínimo interessante, já que tem no portifólio obras como os intrigantes Memento (Amnésia por aqui, título cretino esse), O grande Truque, A Origem (outro título cretino) e claro, a trilogia do Cavaleiro das Trevas que dispensa qualquer tipo de apresentação.

Para não fazer feio em um segmento tão marcado por obras que só se valem do pomposo título de “filme de sci-fi“, Nolan arregimentou um elenco estelar (sim, isso foi um trocadilho escroto, eu sei), a começar pelo talentosíssimo Matthew McConaughey como Cooper, um engenheiro-piloto-fazendeiro que, assim como os demais seres humanos, sobrevive em um planeta Terra agonizante e dando claros sinais de querer se livrar a todo custo de nossa espécie.

O trabalho de McConaughey dispensa também qualquer tipo de apresentação, sua recente atuação na primeira temporada da elogiadíssima série True Detective só deixa o espectador aguardando por outra demonstração do ator em aspectos dramáticos, já que a relação do personagem de McConaughey com seus filhos e os demais tripulantes da expedição em busca de um novo lar já abrem espaço diálogos carregados de intenção dramática e reflexiva.

Cooper e Murph
Cooper e Murph

Interestelar é baseado em uma premissa original de Nolan misturado com material de Jonathan Nolan, seu irmão e parceiro em diversas produções como roteirista. A princípio Interestelar seria uma produção de Jonathan ao lado do aclamadíssimo diretor Steven Spilberg, no entanto o outro irmão Nolan, o Christopher, fã declarado e confesso de Sci-fi, se interessou pelo projeto e se ofereceu para dirigir o mesmo. Como estava tudo em família ficou tudo resolvido…

Interestelar tem por premissa básica a tentativa de encontrar mundos em que a raça humana possa viver depois que nosso mundo se tornou extremamente insalubre para a vida como a conhecemos e praticamente com recursos esgotados para reverter a situação.

A missão da qual Cooper é piloto e comandante parte, através de um buraco de minhoca (ou negro, não sei qual é o termo usado no filme) para “caçar” mundos que permitam uma nova colonização… obviamente isso implica em distorções no tecido do espaço-tempo e com absoluta certeza o roteiro dos irmãos Nolan vai aproveitar isso para dar aquela ilusão ao espectador de que tem algo mais oculto nas camadas do texto e subtexto do filme.

inter3

Para as questões física e científicas, a dupla contou com a ajuda do físico Kip Thorne, especialista da Teoria da Relatividade. Thorne também está na produção executiva do longa, obviamente não vamos ter nenhuma premissa 100% real prevalecendo sobre a fantasia da Sci-fi, mas com certeza muitas ideias de Thorne darão um sabor de “realidade” ao aproximar o filme do que se tem na teoria científica.

O espectador que for prestigiar Interestelar tem de ir pronto para encarar uma jornada cinematográfica em todos os sentidos: são 169 minutos de película; e quem for ao cinemão esperando a ação frenética e desenfreada dos “sci-fi porrada” deve se desapontar, pois os trailers, apesar de mostrarem algumas tomadas bem tensas e catastróficas (o que é aquela onda, cara?), já demonstram que o tom do filme não vai por essa abordagem diretamente.

Bom, curta os trailers e vamos esperar a estreia que está agendada para o próximo dia 06/11 nos cinemas nacionais. Interestelar custou em torno de 160 milhões de dólares e tem cenas em IMAX, o que vai dar um UP ali pelas tantas em algum planeta alienígena quando você estiver de frente com alguma onda gigantesca…

Elenco

  • Matthew McConaughey como Cooper
  • Anne Hathaway como Amelia Brand
  • Jessica Chastain como Murph
  • Mackenzie Foy como Murph (criança)
  • Ellen Burstyn como Murph (idosa)
  • Casey Affleck como Tom
  • Timothée Chalamet como Tom (criança)
  • William Devane como Tom (idoso)
  • Bill Irwin como TARS e CASE
  • Michael Caine
  • John Lithgow
  • David Gyasi
  • Wes Bentley
  • Topher Grace
  • David Oyelowo
  • Matt Damon

Trailers

Dados no IMDB

Interstellar (2014)
Interstellar poster Rating: 8.7/10 (750,026 votes)
Director: Christopher Nolan
Writer: Jonathan Nolan, Christopher Nolan
Stars: Ellen Burstyn, Matthew McConaughey, Mackenzie Foy, John Lithgow
Runtime: 169 min
Rated: PG-13
Genre: Adventure, Drama, Sci-Fi
Released: 07 Nov 2014
Plot: A team of explorers travel through a wormhole in space in an attempt to ensure humanity's survival.
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Designer de produtos e gráfico, desenhista nas horas vagas e aos trancos e barrancos um estudioso de Semiótica. Nutre estranhas fixações por processos narrativos experimentais e acredita que o mundo caminha para ser cada vez mais parecido com um Game

383 views
Scroll Up