Article

Justiça Sideral de Deyvison Manes está no ar e promete

Já está no ar a HQ Justiça Sideral, do roteirista carioca Deyvison Manes.

O mercado de Hqs nacionais está indo bem, obrigado por perguntar. Ainda longe, obviamente, de ser como os poderosos mercados americano, japonês e europeu, já contamos com uma boa dose de iniciativas cuja qualidade do texto e da arte já rivalizam com esse tripé de referência mundial. E quando falo de mercado nacional, estou contando com tudo que há nele: do tradicional Maurício de Souza aos muitos autores independentes que estão publicando seu material na forma de webcomics ou transformando seu material em publicação impressa através das plataformas de financiamento coletivo. É nesse cenário que que se apresenta a publicação Justiça Sideral do roteirista carioca Deyvison Manes, Netho Diaz, Denis DYM Freitas, Wagner Caetano e Thiago Ribeiro.

imagem-release

Trazendo um misto de histórias policiais com elementos de contos futuristas no qual humanos e alienígenas convivem normalmente, a HQ tem como referências desde filmes como Blade Runner e O Quinto Elemento, passando pelos livros de Douglas Adams, antigas HQs e até mesmo games. Tantas referências mostram que a equipe de produção da hq virtual está antenada com o que os leitores do século XXI consomem, fazendo um link entre várias frentes de entretenimento através da linguagem das hqs.

Justiça Sideral nos apresenta a ELITE, ou melhor, ESQUADRÃO DE LEGISPERÍCIA, INVESTIGAÇÃO E TÁTICA ESPECIAIS. Uma agência anti-crime especializada nos mais variados casos. No planeta Sansara, mais especificamente na cidade de Irish, a lei é cumprida graças aos esforços de agentes altamente treinados.

No arco inicial conheceremos uma das equipes que é comandada pelas agentes Anisha Seubert e Eileen Haas. Elas pegam um caso de roubo de informações, onde supostamente alguém roubou dados de um laboratório de desenvolvimento tecnológico. Mas no decorrer das investigações as personagens irão se deparar com uma série de evidências que apontam para algo muito maior do que elas imaginavam. Algo que compromete até mesmo a própria ELITE.

Sansara foi um dos principais focos de resistência das forças aliadas na grande guerra de Sygmar’En, que marcou os últimos dias da Era Adamítica. Desde então tornou-se uma grande potência, atraindo imigrantes de várias partes da galáxia, ávidos por melhores condições de vida.

Mas o alto crescimento da população, aliado a outros fatores socioeconômicos afetou diretamente as estruturas do planeta, gerando uma série de efeitos negativos, tais como o aumento no número de desempregados e a expulsão demográfica, vista no surgimento das chamadas cidades baixas, culminando num considerável salto nas taxas de criminalidade. Tudo estaria fora de controle se não fosse a intervenção da ELITE.

 [divider]Justiça Sideral por dentro – A equipe[/divider]

Justiça Sideral conta com lápis de Netho Diaz (Liga da Justiça, Aquaman), arte final de Denis DYM Freitas (Lady Death, Superboy) e cores de Wagner Caetano (São Paulo dos mortos, Quem matou João Ninguém?) e Thiago Ribeiro (Red Sonja, Green Hornet).

teaser

  • DEYVISON MANES | Roteiro: 30 anos de idade, natural do Rio de Janeiro, onde vive. Designer gráfico, ilustrador e escritor nas horas vagas (cada vez mais difíceis de achar), Sempre admirou todo o processo de produção das HQs, chegando a fazer algumas quando criança. Atualmente divide seu tempo entre projetos independentes, relacionados a ilustrações e quadrinhos e seu trabalho como diretor de arte na Agência C4SA – Inteligência de marcas.
  • NETHO DIAZ | Lápis: 21 anos, natural de Sobral, no Ceará, mas atualmente mora em Fortaleza. Há dois anos fez o curso de quadrinhos avançado do artista Geraldo Borges. Após terminado, ingressou no mercado americano de quadrinhos onde ilustrou a revista Zombie cities, edições 1 e 2. Seus últimos trabalhos foram Justice League 23.1, Aquaman Annual, ambos para a DC comics.
  • DENIS DYM FREITAS | Arte-final: Nascido em Santos, SP, 27 anos. O desenho e os quadrinhos sempre estiveram presentes na vida de DYM (nome artístico). Desde os 3 anos de idade, seus brinquedos favoritos eram papéis, lápis e tintas. E desde então as artes e os quadrinhos sempre fizeram parte da vida dele. É agenciado pela Space Goat Productions desde 2011, ano em que começou a trabalhar com comics e neste pouco tempo de trabalho, DYM já trabalhou como INKER em grandes títulos como Star Wars – Darth Vader (Dark Horse) e Superboy (DC Comics). Hoje está trabalhando em Smallville – Alien também da DC Comics…
  • WAGNER DE SOUZA | Cores: Paulistano, 27 anos. Iniciou a carreira em 2005 trabalhando no estúdio HQEMFOCO, para em seguida trabalhar na Impacto Quadrinhos como ilustrador e desenhista assistente para o mercado americano de quadrinhos. Depois desse período seguiu carreira como ilustrador freelancer, trabalhando para revista Rolling Stone Brasil, editora Positivo, colaborando com projetos de história em quadrinhos digitais para a editora americana East India e HQs nacionais, tais como: KM BLUES e Nanquim Descartável.
  • THIAGO RIBEIRO | Cores: 29 anos, reside em São Bernardo do Campo -SP, Colorista agenciado pela Impacto Quadrinhos; Designer de formação, mas nunca atuou na área; trabalhou com ilustrações para livros didáticos e para-didáticos por três anos e desde o fim de 2011. Atualmente trabalha como colorista de quadrinhos pro mercado nacional e internacional, colorindo capas para o Brasil, EUA e Europa, participando de títulos como: Red Sonja, Queen Sonja, Danger Girl and Army of darkness, Green Hornet, Bionic Man, Warlord of Mars entre outros para Dynamite Entertainment.

Justiça Sideral tem periodicidade quinzenal e é lançada no site oficial do projeto: justicasideral.com.br

Mais novidades sobre o produção das páginas e detalhes dos bastidores podem ser vistas na fanpage do projeto no facebook: facebook.com/justicasideral.

Logo mais tem uma ótima entrevista com a equipe de produção da webcomics Justiça Sideral. Fiquem de olho.

 

 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someonePin on Pinterest

É Designer de produtos e gráfico, desenhista nas horas vagas e aos trancos e barrancos um estudioso de Semiótica. Nutre estranhas fixações por processos narrativos experimentais e acredita que o mundo caminha para ser cada vez mais parecido com um Game

77 views
Scroll Up